LINUX, TI E MUITO MAIS!
Cadastre-se agora e receba gratuitamente o ebook do Curso Linux Ubuntu, dicas imperdíveis para ter sucesso com Linux
Insira seu email no campo ao lado para receber AGORA o Ebook!

Arquivos ISO – Como criar e queimar grátis no Windows 7

0 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

Um arquivos ISO pode ser criado a partir de qualquer CD ou DVD. Eles são chamados de “imagens de disco”, são uma imagem exata de um disco. Um arquivo ISO contém uma representação exata do conteúdo de um disco, o que lhe permite criar cópias de backup de discos e armazená-los.

como-usar-arquivos-iso

Esses arquivos ISO podem ser usados como se fossem discos físicos, são uteis para quem eu tiver um computador sem uma unidade de disco, como um ultrabook ou um netbook . Você também pode gravar a imagem ISO em um outro disco, criando uma cópia do original.

Quando um iniciante em Linux ou até em Window, baixa uma nova versão do sistema operacional ele vai precisar queimar ( gravar ) um arquivo ISO, como a grande maioria os iniciante em Linux estão usando o Windows 7 ( isso é claro ) eu resolvi colocar algumas dicas para trabalhar com arquivos ISO no Windows 7.

O que são arquivos ISO?

Um arquivo ISO é uma cópia completa de um CD ou DVD. Você pode criar imagens ISO ou baixá-los da Internet. Por exemplo, as distribuições Linux oferecem arquivos ISO gratuitamente que você pode gravar em disco.

É possível utilizar uma imagem ISO de uma variedade de maneiras. O arquivo ISO em si é um backup de um disco, você pode usar o arquivo ISO se perder ou danificar o disco original.  Pode também  ”montar” o ISO, o que o torna acessível como se ele fosse um disco físico. Podemos instalar o software a partir do disco e acessar seus arquivos como se estivesse inserido em sua unidade de disco. Arquivos ISO pode ser usado para instalar softwares a partir de discos em computadores que não possuem unidades de disco físico.

O arquivo ISO também pode ser “queimado” de volta para outro CD ou DVD, criando uma cópia do disco original.

Criando um arquivo ISO

Nós vamos usar o WinCDEmu para criar e usar arquivos ISO. Existem muitas outras ferramentas que podem criar e usar imagens ISO, mas WinCDEmu é simples.

Para criar um arquivo ISO depois de instalar WinCDEmu, insira um CD ou DVD em seu computador acesse o “Meu Computador” do menu Iniciar. Botão direito do mouse na unidade de disco e selecionar a opção Criar imagem ISO ( Create ISO Image ).

criando-um-arquivo-iso-de-um-disco.png

WinCDEmu irá criar uma imagem ISO do seu disco. Isto pod demorar algum tempo, dependendo da velocidade da sua unidade. Este processo é conhecido como “cópia” de um disco.

gravando-um-arquivo-iso

Usando um ISO

Para utilizar a sua imagem ISO e tornar seus arquivos acessíveis, localize o arquivo de imagem ISO do seu disco rígido e dê um duplo clique nele. Isto é conhecido como “montagem”, a imagem do disco.

usando-um-arquivo-iso

WinCDEmu vai fazer a imagem ISO ficar acessível em uma nova letra de disco. Você pode usá-lo como se fosse um disco físico inserido em seu computador. Para “desmontar” a imagem de disco, clique com o botão e use a opção Ejetar.

usando-um-iso

WinCDEmu é apenas uma das muitas opções, você pode usar outros programas como o DAEMON Tools Lite entre outros.

Gravar uma ISO

Você pode “queimar” uma imagem ISO de volta para um disco, criando uma nova cópia do disco original. O Windows 7 inclui suporte para fazer isso, então você não precisa instalar nenhum software de terceiros. Apenas botão direito do mouse em um arquivo ISO e selecione imagem de disco Gravar (Burn disc image).

gravando-um-arquivo-iso

O Windows irá permitir que você selecione a unidade de disco que deseja gravar a imagem. Você pode verificar o disco após a gravação para garantir que não houve erros durante o processo de gravação de discos.

propriedade-arquivo-iso

Se você não tiver o Windows 7 ou uma versão mais recente do Windows, como o Windows 8, você vai precisar instalar outro aplicativo para gravar arquivos ISO. InfraRecorder é uma boa opção.

Existem também outros tipos de arquivos de imagem de disco que você pode encontrar na Internet, tais como BIN / CUE, NRG, MDS / MDF, CCD e IMG. Estes funcionam de forma semelhante aos arquivos ISO, mas você precisará de programas diferentes de trabalhar com eles.

Qual programa você utiliza para trabalhar com arquivos de imagem ISO? Deixe um comentário e compartilhe algumas dicas ou truques que você tem!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×
Sobre pedrodelfino

Trabalha com tecnologia da informação, usando Linux a mais de 13 anos. Autor do Ebook Curso Linux Ubuntu.

Comentários

  1. Mario Vieira diz:

    Bom dia, eu sou um antigo usuário (e militante) do Ubuntu, mas agora, por motivos profissionais e
    temporários (espero) tenho que instalar o Windows no meu laptop. Tenho o Ubuntu 12.04 instalado e tenho que dizer até logo para ele. Não consigo de maneira nenhuma entrar com o dvd do Windows 8.
    Ele não dá boot. Tentei o Wine mas não consegui. Cheguei até o ponto onde ele diz clique em quaquer tecla para continuar mas nada acontece. Ficaria muito agradecido por uma dica que pudesse me ajudar.

    • Pedro Delfino diz:

      Mario

      Você já procurou saber a compatibilidade so seu Hardware com o Windows 8. Outra coisa a testar é o HD é a Memória ram. Já peguei casos de Pcs onde o ubuntu instala normal, mas o Windows da pau … Meu procedimento nesse caso é trocar a memória, se não adiantar partir para o HD.

  2. Peguei alguns casos assim e aocrreram estas situações:
    Drive de dvd desalinhado, tive que trocar o drive(leitor/gravador) e passou sem problemas;
    dar boot com um disquete com o SO DOS, pode? mas foi o que permitiu;
    DVD ou CD que estava usando com bug,
    zerar a bios, retire a bateria e jampei os terminais de reset.
    É mais ou menos que me lembro agora.
    Abração.
    Jobson

  3. Mario Vieira diz:

    Obrigado pela resposta. Resolvi meu caso deixando o Ubuntu em paz e fazendo uma instalação virtual no meu iMac. Continuo com o Ubuntu.

Deixe o seu comentário

*