LINUX, TI E MUITO MAIS!
Cadastre-se agora e receba gratuitamente o ebook do Curso Linux Ubuntu, dicas imperdíveis para ter sucesso com Linux
Insira seu email no campo ao lado para receber AGORA o Ebook!

Duelo de titãs: qual é o melhor sistema operacional? Linux ou Windows

O software mais importante de qualquer computador é seu sistema operacional. Entre as diversas opções encontradas no mercado atualmente, o Windows e o Linux saem na frente — uma briga longa e polêmica. Qual é o melhor sistema operacional para você instalar na sua máquina?

duelo-de-titas-qual-e-o-melhor-sistema-operacional-linux-ou-windows.jpeg

O Windows é produzido pela gigante Microsoft, fundada por Bill Gates e Paul Allen, e pode ser encontrada em diversas versões.

Já o Linux foi inicialmente produzido pelo programador finlandês Linus Torvalds no sistema de código aberto disponível para ser modificado e distribuído livremente ao gosto do freguês — e são muitas as distribuições ou versões.

APRENDA A DOMINAR O LINUX

Aprenda a dominar o LINUX de uma vez por todos, pegue sua cópia

  • Ferramentas para instalar softwares adicionais
  • Shell do LINUX passo a passo, e muito mais...

Separamos, neste post, as principais características desses sistemas para você tirar suas dúvidas. Confira!

Custo-benefício

Vamos começar pela aquisição do sistema — o preço. Nessa o Linux sai ganhando, pois é um software livre e gratuito, disponível sob a Licença Pública Geral (GPL). Isso significa que você não precisa pagar por licenças para tê-lo em suas máquinas. Apesar de ser gratuito, o download do sistema é simples e seguro, podendo ser encontrado em vários locais da web, inclusive nos sites oficiais.

Por outro lado, quem deseja ter o sistema de Bill Gates mais recente precisará desembolsar cerca de R$450 na versão Home e por volta de R$800 na versão Pro. Imagine o custo total para uma empresa com dezenas de computadores! Esse é um quesito importante na hora de determinar qual é o melhor sistema operacional a ser escolhido pela empresa.

Instalação e operação do sistema

Após adquirir o sistema, será necessário instalá-lo na sua máquina. Ambos os sistemas podem ser instalados a partir de um CD ou de download, contando com uma interface gráfica amigável.

Embora muitos ainda cultivem a ideia de que o Linux só pode ser instalado por um técnico, isso já não é verdade há muito tempo. A instalação é muito parecida com a do Windows, com uma vantagem – é muito mais rápida.

O Linux ainda tem vantagem na instalação e na operação que são mais flexíveis. Você pode mudar o HD de um computador onde o sistema foi instalado e usá-lo em outro computador, com todos os drivers automaticamente reconhecidos e funcionando.

Leia também ...   Ubuntu 16.04.2: veja como instalar as atualizações dessa versão

Quer mais moleza? Se desejar apenas testar o Linux, basta iniciar o sistema usando um Live CD, ligando o computador com ele dentro do drive. Dessa forma, você consegue experimentar a distribuição, como, por exemplo, o Ubuntu, sem a necessidade de instalá-lo.

Interface gráfica

Após a instalação, esse é o primeiro contato que você terá com o sistema. O Windows ficou famoso pela sua fácil e popular interface gráfica. Sua navegação através de janelas — que deu o nome ao programa da Microsoft — agilizam e facilitam a vida do usuário. Os programas podem ser acessados por meio do menu Iniciar ou em atalhos na Área de Trabalho ou na barra de sistema.

A interface do Linux é bem similar com uma bela aparência, sistema de menus e atalhos. Além disso, é possível salvar suas configurações de modo que, caso queira reinstalar o sistema ou mudar de distribuição, será fácil transferir as personalizações do usuário.

Podemos dizer que há um empate técnico entre o Linux e o Windows nesse quesito já que a interface será uma questão de gosto.

Segurança e privacidade

Esse é um assunto sério e de grande preocupação, principalmente quando estão em jogo informações corporativas e privadas.

A Microsoft oferece atualizações constantes com boas ferramentas de segurança que colaboram para uma experiência agradável ao usuário. Além disso, existem diversos softwares pagos e gratuitos que visam proteger os usuários de ameaças de vírus e outras invasões.

Infelizmente, por ser um sistema bem popular, é alvo constante de ataques maliciosos, exigindo que os desenvolvedores da Microsoft corram atrás para manter-se em dia com as atualizações de segurança.

Por outro lado, por diversos fatores, os usuários do Linux podem sentir-se mais seguros. Um deles é que no Linux, existe uma política eficiente de privilégios de usuário. Como os programas rodam em modo de usuário, para acessar e modificar qualquer configuração no sistema é necessário usar a senha do administrador.

Dessa forma, caso haja alguma infecção, o vírus não consegue espalhar-se pelo sistema, de modo que o reparo é bem mais fácil e o prejuízo é menor. O Windows é mais vulnerável nesse sentido, porque, obtendo os privilégios de administrador, o usuário tem acesso ao sistema e os vírus podem tirar proveito disso.

Leia também ...   5 Motivos para usar Linux

Não é à toa que, segundo estudo encaminhado pela SUSE Linux Enterprise, 83% das empresas optam pelo Linux em suas máquinas, tanto pela segurança quanto pela independência de seus fornecedores.

Suporte e atualizações

As atualizações são necessárias para manter o sistema seguro e estável. A Microsoft tem se empenhado para manter as atualizações em dia. Como ela é a única empresa responsável em detectar as falhas e elaborar soluções, a distância entre o aparecimento da brecha de segurança e a disponibilização da atualização pode ser um pouco longa.

Enquanto o Windows conta com uma empresa para fornecer um suporte para atualizações de segurança, o Linux conta com uma extensa comunidade de desenvolvedores disposta em estudar e corrigir possíveis problemas que surjam na plataforma. Todas essas atualizações são gratuitas e sem data de validade de suporte!

Além disso, já aconteceu de você ligar o computador e precisar esperar a conclusão de alguma atualização do Windows? Isso não acontece com o Linux porque suas atualizações não exigem a reinicialização da máquina, não interferindo na usabilidade.

Drivers e Softwares

Drivers

A instalação de drivers é a parte que dá mais dor de cabeça quando compramos um novo hardware. Colocar e tirar CDs, procurar o site do fabricante, buscar o modelo do seu dispositivo, baixar e torcer para que tudo dê certo. Com o passar do tempo, esse processo tem sido cada vez mais simples e prático.

Após a instalação inicial do sistema, o Windows apresentava uma etapa bem cansativa de instalação de drivers para cada dispositivo. Isso mudou a partir da versão do Windows 7 em que a instalação inicial passou a dar suporte ao pacote básico de drivers. Quando o driver não é encontrado, é necessário iniciar uma saga no site do fabricante em busca do download.

O Linux já apresenta em sua instalação inicial um pacote básico de drivers que deixam o sistema pronto para ser usado. Quando algum driver precisa ser instalado, uma notificação é emitida para você fazer a busca e o download. Tudo acontece dentro do próprio sistema, sem a necessidade de usar CDs ou entrar em sites adicionais.

Leia também ...   Proxy com Squid3 + SquidGuard no Ubuntu - Controle a sua internet com Linux

Softwares

Nesse quesito, o Windows sai na frente. Por ser um sistema mais popular, as grandes distribuidoras de softwares estão mais dispostas a produzir para essa plataforma. O processo de instalação acontece por meio de CDs ou de download do arquivo executável.

Pode ser que alguns programas com os quais esteja acostumado não estejam disponíveis no Linux. Mas existem diversas opções de softwares similares que dão conta do recado. Algumas distribuições do Linux possuem uma central de aplicativos facilmente acessível dentro da própria interface do sistema, onde você pode procurar e instalar os softwares.

Vale lembrar que, atualmente, muitos softwares utilizados pelas empresas são plataformas que rodam em nuvem, não importando qual sistema operacional você use, dispensando o download e a instalação — uma tendência crescente.

Então, qual é o melhor sistema operacional?

Cada sistema tem suas características, vantagens e desvantagens. Tudo vai depender dos seus objetivos e recursos. O Windows por ser mais popular e tem uma usabilidade mais conhecida. O Linux é um sistema mais seguro, estável, bem intuitivo e em diversos quesitos ganhou essa batalha. Com as informações dadas aqui, você tem o que precisa para decidir qual é o melhor sistema operacional no seu caso.

Quer aprender mais sobre como usar o Linux e suas funcionalidades? Então não deixe de baixar gratuitamente nosso e-book!

Sobre pedrodelfino

Trabalha com tecnologia da informação, usando Linux a mais de 13 anos. Autor do Ebook Curso Linux Ubuntu.

Aula Online: Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

x

Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

Você vai aprender passo a passo como dominar o LINUX de uma vez por todas e descobrir os 4 pilares para ser um Profissional EXPERT.