LINUX, TI E MUITO MAIS!
Cadastre-se agora e receba gratuitamente o ebook do Curso Linux Ubuntu, dicas imperdíveis para ter sucesso com Linux
Insira seu email no campo ao lado para receber AGORA o Ebook!

Servidor VPS Linux – Tudo o que Você Precisa Saber para Iniciar

Se você está precisando de um servidor VPS Linux pode ser um sinal positivo, pois isso significa que você está disposto a investir em desempenho e segurança. Não é mesmo?

Quando os negócios on-line começam a crescer, obviamente é um sinal de que a empresa tem seguido os caminhos certos com relação ao serviço prestado, às ações de marketing e, também, à escolha correta dos recursos tecnológicos contratados.

Entretanto, quando o assunto é o servidor, cedo ou tarde você acabará tendo que cogitar um upgrade.

Porém, se a sua empresa está utilizando um serviço de hospedagem compartilhada, esse upgrade deixa de ser possível. Com isso, a solução é adquirir um caríssimo servidor dedicado ou existe uma solução mais adequada para tal situação?

APRENDA A DOMINAR O LINUX

Aprenda a dominar o LINUX de uma vez por todos, pegue sua cópia

  • Ferramentas para instalar softwares adicionais
  • Shell do LINUX passo a passo, e muito mais...

Felizmente o mercado tem apresentado muitas novidades nesses últimos anos, tanto que hoje as opções tradicionais de hospedagem tiveram que ceder espaço para tecnologias mais seguras e viáveis financeiramente — e com qualidade equiparável a de um servidor dedicado.

Servidor VPS Linux - Tudo o que Você Precisa Saber para Contratar o Melhor Serviço do VPS

Uma dessas novidades é conhecida como VPS, um tipo de servidor capaz de unir o útil ao agradável: um custo baixo como o de um servidor compartilhado à capacidade e aos recursos de um servidor dedicado.

Gostou da ideia, não é mesmo? Então continue acompanhando este conteúdo e aprenda tudo o que você precisa saber sobre um servidor VPS Linux e o porquê de optar por esse sistema operacional.

O que é um servidor VPS?

Para entender o que é um servidor VPS, vamos começar a explicação decifrando a própria sigla, que significa Virtual Private Server (Servidor Virtual Privado, do português). Ou seja, nós estamos falando de um servidor virtual — um ambiente virtual (criado por software) para armazenar arquivos e dados — e privado, o que significa que seu uso se restringe apenas ao seu site.

Virtual Private Server rodando linux

O servidor VPS é uma tecnologia que surgiu como alternativa aos métodos tradicionais de hospedagem, sendo uma ótima alternativa para quem necessita de um servidor que ofereça maior capacidade de processamento e memória RAM por um custo bem abaixo do que implicaria uma solução mais robusta.

Enquanto a hospedagem convencional, por exemplo, consiste no compartilhamento dos recursos de um servidor físico entre centenas de websites — tornando os recursos bem limitados —, o servidor VPS, embora também compartilhe seus recursos, é muito mais robusto e seguro.

Ao compararmos o VPS com um servidor dedicado (privado), onde todos os recursos do servidor são dedicados a somente um website, logicamente o servidor dedicado oferece muito mais capacidade. Porém, se você possui um e-commerce de médio porte, é bem provável que tamanha capacidade algo desnecessário, inviabilizado pelos altos custos que envolvem a implementação e manutenção de um servidor dedicado.

Como funciona um servidor VPS?

De certo modo, o funcionamento de um servidor VPS reúne algumas características da hospedagem tradicional e dos servidores dedicados. Afinal, é um servidor compartilhado que funciona como um privado.

vps como funciona

Embora estejamos falando de um ambiente virtual, o funcionamento acontece por meio de um servidor físico, no qual os servidores são virtualizados. Seus recursos e suas capacidades são distribuídos de modo distinto, gerando áreas privadas que garantirão, por exemplo, que nenhum servidor virtual interfira no funcionamento dos demais.

Resumindo: o VPS é um servidor virtual dedicado que roda dentro de um servidor físico dedicado, que, por sua vez, utiliza de sua capacidade para criar outros servidores dedicados virtuais.

Quais são as principais vantagens do servidor VPS Linux?

Baixo custo

Os custos acerca do VPS são bastante atrativos se compararmos ao que seria gasto com um servidor dedicado, já que, mesmo adquirindo uma solução robusta, o aluguel de um servidor VPS é dividido entre os clientes. Por outro lado, em comparação à hospedagem compartilhada, o custo-benefício de um VPS é muito melhor.

Mas tenha cuidado: caso os recursos do VPS tenham que ser aumentados, os custos podem se tornar tão elevados quanto o investimento em um servidor dedicado. Portanto, é importante se atentar aos recursos que serão contratados. Os mesmos devem estar alinhados com os objetivos e as necessidades do seu negócio.

Liberdade de acesso aos recursos do servidor

Diferentemente da hospedagem tradicional, o servidor VPS permite que o usuário tenha acesso ao root, o que significa ter toda a liberdade para configurar o servidor do modo que quiser, assim como instalar aplicações e programas, armazenar uma grande quantidade de arquivos — pois existirá um espaço de disco já definido —, realizar upgrades e muito mais.

Possibilidade de hospedar outros sites em um mesmo servidor

Supondo que a sua empresa atue em mais de um segmento pela internet, obviamente seria interessante para ela a criação de um outro site sem que fosse preciso investir em um novo servidor.

Leia também ...   Entenda o que é o Projeto GNU e Porque ele é tão Importante Para o Sucesso do Linux

No VPS essa preocupação não existe, já que o cliente pode hospedar vários sites no mesmo servidor. Isso, inclusive, pode gerar uma oportunidade de lucrar com o aluguel do seu servidor VPS para outros sites.

Funciona como um servidor dedicado

Como o VPS funciona como um servidor dedicado, isso significa que um cliente pode utilizar ao máximo os recursos disponíveis sem que interfira no funcionamento dos outros servidores. Na hospedagem compartilhada é muito comum que isso implique em indisponibilidade.

Manutenção do servidor

Ao contrário de como seria caso você investisse em um servidor dedicado, onde teria que bancar todos os custos de manutenção do servidor, no servidor VPS toda essa responsabilidade fica a cargo da empresa contratada.

Customização das configurações de segurança

A questão da segurança é sempre muito importante e costuma ser tratada de modo muito particular entre as empresas. Além dos níveis de segurança e privacidade do VPS serem superiores ao de um servidor compartilhado, o VPS permite que as configurações do firewall, por exemplo, sejam customizadas de acordo com o que o cliente achar melhor — afinal, ele funciona como um servidor é dedicado.

Opção pelo Servidor VPS Linux gerenciado ou semi-gerenciado

As empresas que disponibilizam servidores VPS oferecem diferentes configurações: a gerenciada e semi-gerenciada, que atendem a usuários de diferentes níveis de conhecimento na área.

O servidor gerenciado conta com todo o suporte da empresa contratada para resolver questões relacionadas ao servidor e à hospedagem — por meio de um painel de controle.

Já no servidor semi-gerenciado, só cabe à empresa contratada garantir o bom funcionamento do servidor, assim como sua disponibilidade. Nesse caso, é necessário possuir um bom conhecimento em Linux e seus comandos para administrar um servidor VPS Linux — mais adiante falaremos sobre isso.

Servidor VPS Linux para blog, e-commerces e apps

Agora que apresentamos praticamente tudo sobre servidor VPS, vamos voltar para as atenções para as necessidades do seu negócio.

servidor vps linux para ecommerce

Certamente, o que fez você chegar a este post foi a busca por soluções mais robustas de hospedagem. Isso porque o seu blog, e-commerce ou app já atingiu um certo patamar de sucesso e o serviço oferecido pela hospedagem compartilhada não atendem mais às suas necessidades.

Investir em um servidor dedicado, embora garanta uma alta capacidade direcionada exclusivamente à sua empresa, envolve custos muito elevados e seus recursos podem estar muito acima do que ela realmente precisa. Em outras palavras, a empresa estaria desperdiçando muito dinheiro.

Com isso, o servidor VPS pode ser uma ótima alternativa intermediária para um negócio que se encontra em crescimento, mas que para se tornar grande ainda precisa subir vários degraus. Afinal, por um custo muito menor que um servidor dedicado, você contará com um servidor feito “na medida” para o seu negócio e poderá gerenciá-lo como bem entender.

Entretanto, é bem possível que você já saiba que existe outra alternativa além das 3 que estamos mencionando ao longo do artigo: o servidor na nuvem. Sendo assim, falaremos a seguir sobre os conceitos do servidor na nuvem, como ele funciona e quais são suas vantagens e desvantagens em comparação ao servidor VPS!

Cloud server x Servidor VPS Linux: qual é a opção ideal para os negócios?

Devido ao conceito de virtualização inserido em ambas as tecnologias, é muito comum pensar que elas se assemelham, interagem ou até mesmo que sejam a mesma coisa. Na verdade, um servidor VPS é bem diferente de um cloud server (servidor na nuvem) — logo abaixo explicaremos o porquê.

O que é e como funciona um cloud server? Quais são os seus diferenciais em relação ao VPS?

Assim como no VPS, hospedar o site em um servidor em nuvem significa contar com um ambiente virtualizado, porém, nesse caso, trata-se de um espaço na nuvem e não de um servidor virtual executado dentro de um servidor físico.

A estrutura de um servidor na nuvem é completamente diferente em comparação ao VPS, visto que ela é formada por diversos computadores físicos que compartilham seus próprios recursos — reduzindo consideravelmente os riscos de indisponibilidade, pois, caso uma máquina apresente problemas, alguma outra assumirá o controle imediatamente.

Fora isso, o cloud server possui um grande benefício que é o escalonamento de recursos. E o que é isso? Imagine que o seu negócio esteja crescendo muito mais rápido do que fora previsto, e, por conta disso, os requisitos para que o website continue atendendo à demanda acabem aumentando.

Como o servidor na nuvem não possui limitação de recursos, ele permite que os mesmos sejam ampliados conforme a necessidade. Em um servidor VPS esse upgrade também é possível, porém os custos aumentam proporcionalmente.

Outro detalhe importante é que o servidor VPS é compartilhado, enquanto o cloud server possui 3 tipos diferentes de nuvem:

  • pública;
  • privada;
  • híbrida.

As nuvens pública e privada funcionam da mesma forma que um servidor compartilhado e um dedicado, ou seja, a primeira é compartilhada com outros clientes e a outra é inteiramente dedicada a um só cliente. A nuvem híbrida trabalha nos dois modos, permitindo que o cliente determine o que será hospedado na nuvem pública (geralmente arquivos menos relevantes e acessíveis) e na privada (arquivos e processos confidenciais que devem ser mantidos em segurança).

Leia também ...   CentOS: Tudo o Que Você Precisa Saber sobre esta distribuição Linux

Servidor VPS Linux ou cloud server: qual devo contratar?

A resposta para essa questão sempre dependerá dos objetivos e necessidades da sua empresa. Um servidor na nuvem garante a disponibilidade do site/serviço, porém os seus custos são muito mais elevados, o que também varia de acordo com a capacidade a ser contratada.

vps rodando linux

O servidor VPS, por sua vez, requer um investimento menor e pode fornecer o suficiente para que o seu negócio funcione sem problemas. Porém, caso haja uma sobrecarga nos processos, o serviço estará muito mais suscetível a sofrer indisponibilidade.

Portanto, em casos em que o serviço passa por missões críticas e os danos com indisponibilidade impliquem em um grande desastre, a sua empresa deverá cogitar uma solução de servidor na nuvem.

Do contrário, se houver certa segurança com relação à capacidade de recursos contratada — se elas atendem bem à sua necessidade —, existir um valor já determinado para o investimento um servidor VPS pode ser a solução ideal. Caso haja dúvidas, recorra a um profissional ou até mesmo à empresa que esteja cogitando contratar.

Ok, mas por que administrar um servidor em Linux?

Sempre que falamos sobre um sistema operacional, é inevitável que haja uma comparação com um sistema que sempre está em alta no mercado, como o Windows.

Quando um usuário não possui um nível de conhecimento mais avançado sobre servidores, é natural que o marketing aplicado pela Microsoft se torne um fator determinante.

Porém, conforme veremos a seguir, os benefícios do sistema Linux são muito maiores com relação à segurança, custos e estabilidade. Pronto para saber o que um servidor VPS Linux tem a oferecer? Então vamos lá!

Estabilidade

De que maneira uma empresa pode conviver com um servidor instável? Infelizmente, por pura falta de conhecimento, muitas empresas ficam sofrendo com as falhas de servidor, que podem gerar interrupções — e prejuízos das mais variadas proporções.

Os sistemas Linux são extremamente estáveis e não costumam apresentar falhar mesmo se você utilizar durante anos. Isso porque, em comparação ao Windows, o Linux se adapta muito melhor para lidar com processos simultâneos.

Além disso, sempre que há a necessidade de fazer atualizações nas configurações do sistema, diferentemente do Windows, elas podem ser feitas sem o famoso reboot (reinicialização). Ou seja, é possível atualizar o sistema enquanto ele se encontra em execução!

Código fonte aberto (open source)

Ao adquirir um produto Windows, a única certeza que a sua empresa poderá ter é que o sistema será sempre aquele. Somente as atualizações do fabricante serão instaladas, não há como customizar, sem autorização, o sistema conforme suas necessidades.

O Linux é um sistema open source, ou seja, você mesmo pode modificar o sistema e customizá-lo da forma que quiser — caso tenha conhecimento técnico, é claro — ou, também, contratar especialistas em Linux para fazer as modificações em seu servidor VPS Linux.

Segurança

Enquanto o Windows é um sistema que contém brechas para que usuários comuns acessem/ocultem arquivos que só deveriam ser acessados pelo administrador, no Linux o nível de segurança é muito maior, pois somente o usuário root, o administrador e alguns poucos usuários e programas têm acesso a outros usuários e ao kernel.

Outro aspecto de segurança é que o Linux, por, entre outras coisas, contar com uma imensa comunidade de desenvolvedores ao redor do mundo, sofre um número muito menor de ataques oriundos de vírus e malwares.

Custos

Adquirir a licença para utilizar um software de prateleira, como o Windows Server, envolve custos muito mais elevados do que o Linux, que, por sua vez, possui várias distribuições gratuitas — e as que contam com um suporte dedicado costumam ser baratas.

Servidores Linux são os mais utilizados por especialistas

Em 2015, uma pesquisa publicada pela W3Techs apresentou uma avaliação da qual 10 milhões de servidores foram analisados e foi constatado que 67,8% utilizam sistemas baseados em Unix, sendo o Linux utilizado por 35,5% dessa parcela.

Isso pode significar mais que a simples popularidade do sistema. Afinal, se o servidor Linux é tão utilizado no mundo, é sinal de que vale a pena dedicar um tempo para adquirir o conhecimento necessário para saber administrar um servidor VPS Linux na sua empresa.

Agora você pode estar se perguntando “só é possível administrar um servidor VPS Linux após estudar muito ou fazer um curso?”. Não. Você não precisa necessariamente se especializar para começar a administrar o sistema, basta aprender a utilizar alguns comandos básicos que ensinaremos a seguir!

Comandos Shell para administrar o seu servidor VPS Linux

Se você possui uma boa experiência com o Windows, entenda o “Shell” como um ambiente similar ao do Windows DOS — porém, muito mais funcional —, utilizado como interpretador de comandos em modo texto (linha de comando).

Leia também ...   Quero mudar para Linux! Dicas para você substituir o seu Windows por Ubuntu ainda hoje

Em vez de usar o cursor para clicar, arrastar e soltar, todas as execuções são feitas a partir de comandos digitados em tela. Veja abaixo alguns desses comandos que você poderá utilizar no seu servidor.

Exibir o uso de memória pelos processos abertos

Esse comando é de grande utilidade para servidores VPS Linux, visto que os recursos de memória são limitados e devem ser monitorados durante a rotina.

# ps -e -orss=,args= | sort -b -k1,1n | pr -TW$COLUMNS

Para exibir os processos de modo geral, basta usar o comando >top. O comando >top também serve para monitorar os sites que estão consumindo recursos. Para exemplificar, vamos monitorar a atividade do site chamado “site1”:

# top -c (ao acessar o monitor, pressione “o” e no filtro escreva USER=site1).

Exibir os endereços de IP ativos conectados ao servidor

Para ter acesso à lista de IPs que estão conectados ao seu servidor VPS Linux, basta digitar o seguinte comando:

# netstat -an|grep ESTABLISHED|awk '{print $5}'|awk -F: '{print $1}'|sort|uniq -c|awk '{ printf("%s\t%s\t",$2,$1); for (i = 0; i < $1; i++) {printf("*")}; print ""}'

Monitorar o uso de memória

Trata-se de um comando similar ao de exibir o uso de memória dos processos ativos. Ao digitar o comando, o sistema permitirá que você monitore o uso de memória.

# watch -n 5 free –m

Exibir os logs de acesso ao servidor

Logs são como um registro, nesse caso, de acesso ao seu servidor. Ou seja, cada usuário que fizer o login terá essa ação registrada para que você, administrador, possa ter maior controle do que acontece.

# last (lista somente os últimos);
# last -f /var/log/wtmp.1 (exibe os logins com status de “arquivados”);
# lastlog -b 0 -t 100 (exibe todos os logins realizados nos últimos 100 dias);
# lastlog (exibe todos os usuários que já tiveram — ou não — acesso externo ao servidor).

Consultar as portas abertas e serviços

Esse comando auxilia na verificação de serviços em execução e quais portas estão sendo utilizadas no momento.

# netstat –apn |grep "número da porta"
# lsof-i tcp: "número da porta"

Todos os comandos elencados são básicos, mas, sem dúvidas, serão de grande utilidade para você não se perder no momento em que o servidor VPS Linux for implementado.

Chegou a hora da revisão

Passamos um bom tempo juntos com este artigo, não é mesmo? E para que nada aqui passe em branco, vamos dedicar o final do conteúdo à revisão. Comecemos com a seguinte pergunta: você se lembra por qual razão está procurando por um tipo diferente de servidor para hospedar o site da sua empresa?

O seu negócio está fazendo jus ao seu grande potencial e está crescendo, necessitando, assim, de uma solução mais robusta para garantir que o site permaneça operando sem interferências. Com isso, o investimento em um servidor VPS entrou em questão.

Um servidor VPS nada mais é que um servidor dedicado (físico) que armazena um servidor dedicado de forma virtualizada, com as configurações, recursos e capacidade definidos no ato da contratação. Ou seja, embora os recursos sejam comparáveis aos de um servidor dedicado, os seus recursos também são limitados e qualquer upgrade exigirá certo investimento.

Em seguida, fizemos um breve comparativo entre o servidor VPS e uma das principais alternativas do mercado, o cloud server (servidor na nuvem). Concluindo que o servidor em nuvem é mais indicado para empresas que precisam garantir, a todo custo, a disponibilidade do site/serviço, já que os custos são mais elevados que no VPS. Uma das maiores vantagens, entretanto, está no escalonamento dos recursos.

Por fim, explicamos brevemente as maiores vantagens em inserir o sistema Linux em seu planejamento, mostrando que um servidor VPS Linux é a solução ideal para que o website seja hospedado com segurança, estabilidade e com um custo muito mais em conta do que a aquisição de uma licença para um sistema Windows, por exemplo.

E para aprender mais sobre o sistema Linux, recomendamos que você conheça a nossa série gratuitas de vídeos para você dominar esse poderoso sistema!

Sobre pedrodelfino

Trabalha com tecnologia da informação, usando Linux a mais de 13 anos. Autor do Ebook Curso Linux Ubuntu.

Aula Online: Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

x

Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

Você vai aprender passo a passo como dominar o LINUX de uma vez por todas e descobrir os 4 pilares para ser um Profissional EXPERT.