Slackware: tudo que você precisa saber sobre essa distribuição LINUX

Slackware é um das distribuições do Linux mais conhecidas pela sua versatilidade. Hoje existem sistemas baseados no kernel criado por Linus Torvalds que são focados em fornecer o que há de mais novo entre a cultura de softwares livres, uso para exibição de conteúdos multimídia ou desenvolvimento de softwares.

Slackware: tudo que você precisa saber sobre essa distribuição

Além disso, há aquelas que são focadas em alta performance e estabilidade, fornecendo mecanismos para que o usuário possa adaptar o sistema ao seu dispositivo. Assim, é possível configurar um SO estável e que fornecerá o máximo de performance mesmo em atividades que exigem uma grande quantidade de recursos.

Nessa categoria, uma das principais é o Slackware. Ele é distribuído há mais de 23 anos e é conhecido como um dos sistemas baseados em Linux mais poderosos e versáteis que existe. Continue a leitura deste post e saiba mais sobre o Slackware!

APRENDA A DOMINAR O LINUX

Aprenda a dominar o LINUX de uma vez por todos, pegue sua cópia

  • Ferramentas para instalar softwares adicionais
  • Shell do LINUX passo a passo, e muito mais...

O que é o Slackware?

Na sua versão de número 14.2, o Slackware Linux foi criado por Patrick Volkerding com o objetivo de ser uma distribuição de Linux completa e que atendesse às necessidades de diferentes perfis de usuários avançados. Todas as versões são focadas em uma alta usabilidade aliada à criação de um ambiente de trabalho estável e confiável.

O Slackware é distribuído com a última versão dos aplicativos mais populares para o Linux, ao mesmo tempo em que mantém funções que o tornam estável, flexível e com uma alta performance. Ele pode ser adaptado tanto para ambientes desktop de dispositivos antigos quanto para servidores de alta performance e apresenta uma boa usabilidade em ambos os casos.

Leia também ...   PDF Mod - Aplicação simples para modificar documentos PDF no Ubuntu

Entre os seus principais usos destacam-se as instalações do Slackware para usuários finais e máquinas que atuam como servidores de hospedagem web e FTP. Além disso, suas soluções de desenvolvimento e compilação de software tornaram essa distribuição Linux uma das preferidas entre engenheiros de sistemas que trabalham em ambientes open source.

O Slackware é distribuído em versões baseadas em arquiteturas de 32 bits e 64 bits. Atualmente, o release mais recente é baseado na versão 4.4 do kernel Linux e a versão 2.23 da biblioteca GNU C. Usuários dessa distribuição possuem acesso a um programa de instalação simples, uma documentação on-line extensa (e traduzida para vários idiomas), além de um sistema de gerenciamento de pacotes baseados em interface gráfica.

A instalação completa do Slackware dá ao usuário o acesso ao sistema de janelas X, ferramentas de desenvolvimento de código aberto para a linguagem C e a linguagem C++, o Perl, utilitários de rede, um aplicativo de e-mails e recursos para a criação de servidores web, de envio e recebimento de e-mails, de notícias e de arquivos que sejam baseados no protocolo FTP. Outros programas incluem o editor de imagens GIMP (GNU Image Manipulation) e o navegador web Mozilla Firefox.

Qual é a filosofia do Slackware?

Desde o seu primeiro release, em abril de 1994, o Slackware Linux Project tem como filosofia a criação e o desenvolvimento do sistema que fosse o mais compatível com a ideia de SO’s “UNIX-like”. Em outras palavras, essa distribuição é conhecida entre as que melhor seguem os princípios do Linux. Do sistema de arquivos ou kernel, tudo é desenvolvido e adaptado para que o usuário tenha um ambiente desktop estável, simples e confiável.

Quais são as vantagens do uso dessa distribuição?

O Slackware é conhecido como uma das distribuições Linux mais poderosas do mercado. Ela é utilizada em diferentes ambientes e os seus usuários dificilmente optam por migrar para outros sistemas. Mas quais são os motivos para isso ocorrer? Confira alguns abaixo!

Leia também ...   Como agendar um script PHP usando Crontab no Linux

Estabilidade

Uma vez configurado, o Slackware dificilmente apresentará problemas de estabilidade, mesmo em situações de uso intenso. Disponível há 23 anos, essa distribuição foi otimizada para que fosse capaz de se adaptar a inúmeros ambientes, o que resultou em um SO rápido e pronto para enfrentar atividades simples como a navegação web, ou complexas como a hospedagem de páginas web.

Segurança

O Slackware é construído para que o usuário tenha o máximo de controle sobre os seus dados e a sua privacidade. Nenhum novo release, por exemplo, é distribuído até que os seus developers tenham verificado extensivamente o código-fonte em busca de bugs e brechas de segurança.

Como consequência, todas as versões do Slackware são conhecidas pelo seu baixo número de bugs. Além disso, a maneira como os aplicativos são distribuídos reduz os riscos do usuário instalar um programa que tenha sido alterado em um repositório, uma vez que os pacotes são coletados diretamente dos servidores do developer.

Neutralidade

O Slackware não depende de um gerenciador de pacotes para que programas sejam instalados pelo usuário. Isso ocorre em função da instalação de aplicativos diretamente da fonte, eliminando a necessidade do projeto que mantém essa distribuição ter afiliações com outras empresas.

O usuário possui um controle completo sobre aquilo que é instalado na sua máquina, evitando o download de aplicativos que não atendem à sua necessidade. Como consequência, todo dispositivo que executa o Slackware é adaptado a todas as necessidades de seu dono.

Maior aderência ao modelo de licença GPL

O Slackware é conhecido por seguir à risca todos os princípios dos softwares licenciados pelo GPL. O uso de aplicativos e pacotes de código fechado é reduzido ao máximo, sendo a ferramenta ideal para entusiastas do código livre.

Leia também ...   Quero mudar para Linux! Dicas para você substituir o seu Windows por Ubuntu ainda hoje

Configuração mais simples e limpa

O projeto responsável pela criação e o gerenciamento do Slackware são focados a dar o completo controle do sistema ao usuário por meio de mecanismos diretos e objetivos. É possível utilizar a linha de comando para praticamente todas as funções do sistema, simplificando a administração do dispositivo e a sua personalização.

Adicionar usuários, configurar o Samba ou definir a inicialização de serviços são apenas algumas das rotinas que podem ser executadas com o auxílio do terminal. Isso contribui para que o sistema mantenha-se com arquivos de configuração limpos mesmo após meses de uso. Dessa forma, a instalação não apresenta problemas de performance em médio e longo prazo.

E aí, gostou do nosso post sobre o Slackware e quer saber como tirar o máximo de proveito dessa distribuição? Então entre em contato conosco e conheça os nossos cursos sobre o Linux!

Sobre pedrodelfino

Trabalha a mais de 14 anos com administração de sistemas LINUX, dedicado em ensinar novos profissionais a atuar com servidores. Saiba mais aqui. "Caso queira participar de uma aula online comigo utilize o formulário Acima"

Aula Online: Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

x

Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

Você vai aprender passo a passo como dominar o LINUX de uma vez por todas e descobrir os 4 pilares para ser um Profissional EXPERT.