LINUX, TI E MUITO MAIS!
Cadastre-se agora e receba gratuitamente o ebook do Curso Linux Ubuntu, dicas imperdíveis para ter sucesso com Linux
Insira seu email no campo ao lado para receber AGORA o Ebook!

Windows 8 vs Ubuntu – Comparando o novo Windows com o Ubuntu Linux

Quando a Microsoft anunciou a versão para desenvolvedores do Windows 8, ela conseguiu criar muito conteúdo em blogs e sites sobre tecnologia, segunda a microsoft  o Windows 8 é baixado 1 milhão de vezes por dia. Com toda a nova interface e integração Metro , o Windows 8, vai dar um passo enorme no mundo da computação na nuvem. No entanto, o burburinho que o Windows 8 foi criado com base no Ubuntu 11.10  esta deixando o pessoal da canonical nervoso.

O Windows da Microsoft conseguiu 91,9 % do mercado de sistemas operacionais para desktop, enquanto o Mac OS tem uma quota de mercado 6,9 %. No entanto, agora a popularidade do Ubuntu está crescendo, e a Microsoft tem um novo nível de concorrência no mercado de sistemas operacionais. Ubuntu é o próximo grande desafio para a Microsoft, certeza que eles nunca pensavam que poderiam ser incomodados pelo Linux no Desktop.

Quando eu tive minha primeira experiencia  com o  Microsoft Windows 8 (versão do desenvolvedor), fiquei totalmente assustado com aparência do sistema, será que pela primeira vez a microsoft pensa em mudar. Certamente o Ubuntu sempre conseguiu manter meu interesse, desde suas primeiras versões é o meu sistema padrão para desktop, depois vem o Mac OS X Lion.

Windows 8 vs Ubuntu

Vamos fazer uma comparação rápida entre Windows e o Ubuntu.

APRENDA A DOMINAR O LINUX

Aprenda a dominar o LINUX de uma vez por todos, pegue sua cópia

  • Ferramentas para instalar softwares adicionais
  • Shell do LINUX passo a passo, e muito mais...

comparacao-windows8-ubuntu


A INTERFACE DE USUÁRIO

Devo admitir que tanto o Ubuntu e Windows 8 tem um design extremamente bonito e ícones de alta resolução. Windows 8 vai usar a interface Metro, enquanto Ubuntu ostenta a interface Unity, dizem que o ubuntu perdeu um pouco do mercado depois que abandonou o gnome, mas tudo bem vamos em frente.

A interface do Windows 8 também suporta gestos, aplicações em nuvem, compartilhamento de aplicativos e serviços, barra de tarefas oculta no lado direito da tela e assim por diante. O Metro UI foi um um grande passo da Microsoft, e é certamente este exigindo muito mais esforço do que qualquer outra interface que vimos antes. Isto também se encaixa com os tablets, a Microsoft demonstrou o sistema operacional rodando em tablets da Samsung e Lenovo.

Leia também ...   Primeiro comando para executar após a instalação do Ubuntu

O Ubuntu por outro lado tem uma interface melhorada utilizando o Unity. Muitos usuários ficaram confusos e não sabiam onde clicar, a Canonical decidiu integrar os ícones do Ubuntu com o Dash (o iniciar do Unity), para proporcionar mais visibilidade.

window8-vs-ubuntu-tela-inicial

 

Clicando no Dash (o logotipo do Ubuntu à esquerda) será mostrado um conjunto brilhante de ícones, que são mais usados : Navegar na Web, ver fotos, verificar e-mail ou ouvir música. Ele vem com uma barra de pesquisa que serão frequentemente utilizadas pelos usuários. Alem de ser fácil de pesquisar é incrivelmente rápido. O painel da esquerda tem as aplicações que são mais usadas, e os usuários podem adicionar um aplicativo simplesmente arrastando e também podem removê-lo.

 

REDES SOCIAIS

Para quem já  usou o Windows ( será que tem alguém que nunca usou ? ) sabe muito bem que falta um recurso de rede social. A partir do Windows 8 a Microsoft decidiu integrar as essenciais características de mídia social em seu desktop. Ubuntu por outro lado, sempre incluiu recursos de mídia social em sua área de trabalho padrão. Gwibber é o cliente padrão do Ubuntu para redes sociais, depois do lançamento do Ubuntu 11.10 Ocelot  ele foi renovado, ficou mais leve e mais bonito do que sua versão anterior.

 

INTEGRAÇÃO COM A NUVEM

Windows 8 e Ubuntu 11,10 ambos são integrados com a nuvem. Isso permitirá que o sistema operacional baixe fotos e aplicativos a partir da nuvem compartilhar com os amigos etc. Além disso, o Ubuntu 11.10 utiliza o Ubuntu One, um serviço de backup online gratuito com 5 GB de armazenamento em nuvem, você pode comprar mais espaço. No cado do Windows 8, teremos que esperar até o lançamento para testar o serviço 100%.

Leia também ...   Distribuição Linux com Suporte Corporativo, será que vale a pena?

 

FERRAMENTAS DE EDIÇÃO/ SOFTWARE  / APLICATIVOS E APP STORE

O Ubuntu 11.10 vem com o aplicativo de edição de fotos chamado Gimp e OpenOffice para processamento de texto. No entanto, para o Windows 8 que você precisa comprar uma versão licenciada do MS Office. Os aplicativos gratuitos do Windows 8 são: Windows Live Messenger e Internet Explorer 10. Ou seja, para ter um processador de texto o usuário tem que pagar , ou instalar uma versão do OpenOffice.

Além disso, o Windows 8 terá uma loja, similar à App Store da Apple, permitindo aos usuários baixar e comprar novos aplicativos para seu desktop. Ubuntu por outro lado sempre ofereceu uma App Store semelhante com a  capacidade de adicionar ou remover aplicações open-source.

 

TEMPO DE INICIALIZAÇÃO

Em termos de velocidade do boot, o Ubuntu ganha a corrida muito mas muito na frente mesmo. O tempo de boot do Ubuntu é mais rápido que o Windows 8, e não há dúvida sobre isso. Ubuntu é leve e projetado para executar mais rápido. É o mais rápido  em hardware antigos e novos, enquanto o Windows 8 é inicializado mais rápido que o Windows Vista em hardware antigo, o que também não é um grande avanço.

 

TELA DE LOGIN

Ubuntu utiliza o LightDM como seu novo gerenciador de login. No LightDM é fácil de fazer personalização, ele pode ser ajustado com uma ferramenta chamada Gerenciador LightDM. Isso permitirá que você mude o fundo e o logotipo do Ubuntu 11.10.

ubuntu-windows-login

A tela do Windows 8 é semelhante à tela de bloqueio do Windows Phone, exibindo a data / hora, compromissos agendados e resumos de mensagens não lidas. Você pode personalizar a tela de login, alterando o plano de fundo. Windows 8 suporta o login com senha tradicional ou a ferramenta de senha por imagem, onde você pode selecionar uma imagem para usar.

Leia também ...   Como fazer Backup no Linux com FITA AIT 40/104 GB

 

DISPONIBILIDADE E PERSONALIZAÇÃO

Ubuntu sempre foi livre, e continua a ser livre. Você pode customizar o sistema operacional para usar o seu máximo possível, e o único custo envolvido é o tempo de download e nada mais. Windows 8 e suas versões anteriores têm de ser adquirido e não pode ser personalizado.

Ubuntu 11.10 está disponível para download gratuito e pode ser adquirido a partir do site do Ubuntu.

 

DOWNLOAD

 

Link para download do Ubuntu 11.10:

 

 

Link para download do Windows 8:

Windows 8  esta em versão beta para desenvolvedores, que  podem  baixar do site da Microsoft. Aqui está o link para download direto da versão Windows 8  Developer Preview:

WINDOWS 8 vs UBUNTU – QUEM GANHA?

Você terá que decidir quem ganha essa briga do Windows 8 vs Ubuntu. Na minha opinião, ganhar mercado do Windows é muito difícil, mas com certeza o Ubuntu cada vez mais vai diminuindo aquela porcentagem do Windows.

Deixe um comentário com sua opinião.

Até a próxima.

Sobre pedrodelfino

Trabalha com tecnologia da informação, usando Linux a mais de 13 anos. Autor do Ebook Curso Linux Ubuntu.

  • Olá a todos!
    O que a Canonical vem fazendo em termos de inovação, e busca de novos mercados e nichos específicos e tendo como produto Software Livre, acho que nem mesmo a Red Hat fez!
    O pessoal mais xiita, pode reclamar da nova interface, mais poxa vida! É inovação. Até mesmo os usuários do Windows vão ter um choque ao mudar do 7 para o 8, mais aposto que vão ser bem menos críticos quanto a esta inovação, do que o pessoal do Ubuntu foi com a mudança para o Unity.
    Vai demorar e muito (isso se um dia diminuir!!), a base de usuários do Windows ser afetada por outros produtos, mais a Microsoft esta comendo poeira em termos de inovação, isto a meu ver, no que se trata de desktop, mais é uma empresa gigante com foco em vários mercados, por isso a demora em inovar alguns produtos, como no caso do Windows, que sendo bom ou ruim, domina o mercado.
    Meu primeiro sistema operacional foi um Linux, o saudoso Conectiva 7, trabalho com tecnologia e na área administrativa a muito tempo, pena que neste mercado as ofertas de bons aplicativos ou aplicativos mais profissionais sejam escassos, mais mesmo assim tento evangelizar novos usuários para o Pinguim, mais sou bem realista, destaco os pontos positivos e negativos, que todo produto tem, quem quer ver o Software Livre crescer, tem que ir comendo aos poucos, indicando e nunca forçando a barra, demonstrando que existem outras alternativas, e tem dado resultados positivos, já consegui converter várias pessoas ao mundo do software livre :D.
    Continuo com meu Linux Mint e Windows 7 em dual boot em casa(as crianças adoram certos jogos!). E no trabalho com a mesma dupla, porém o Windows apenas em uma máquina virtual, pois utilizo o mesmo somente por causa do ERP que utilizamos no trabalho, e do Excel, pra mim o melhor aplicativo que a Microsoft já fez!
    E viva a tecnologia!
    Vida longa ao Linux!!
    E que a Microsoft abaixe os preços do Office!! 😀
    Abraços a todos!

  • E quanto a aplicativos profissionais, assisti esta reportagem do PEGN (http://goo.gl/2XFqm), que mostra uma empresa desenvolvedora de sistemas inteligentes de irrigação e coisas afins, assistam e vejam qual o sistema que utilizam para o aplicativo embarcado e no desenvolvimento do mesmo.

  • Ótimo artigo. Não sou extremista. Afinal aprendi a usar o computador nos anos 90 com DOS e Windows. Tenho respeito pela Microsoft, mas não são os melhores. Tenho que admitir que conhecer o Linux foi uma evolução. Ainda não tive vontade de retornar ao Windows e, pelo que leio por aí (incluindo seu artigo), parece que vou continuar com o Ubuntu.

    Sou ilustrador e designer. Meu trabalho gráfico exige (e muito) das ferramentas que uso para criar. Meu Ubuntu Studio dá conta de todos os meus trabalhos com grande categoria. A liberdade que ele me confere também contribui para que a criação seja prazeirosa.

    Desculpe a opinião tão direta, com todo o respeito que tenho pelo Windows, mas o Linux está anos luz na dianteira. Apenas muitos profissionais ainda não perceberam isso.

    Parabéns pelo artigo. Grande abraço.

  • MARCIO

    Quando o Windows 7 foi lançado, ele foi saudado como uma vitória para a Microsoft porque foi visto como o sucessor adequado para o Windows XP , justamente por isso, o Windows 7 foi um bom passo para a frente a partir do Windows XP. Windows Vista era nada mais do que um filho bastardo da Microsoft que nunca deveria ter sido lançado, e para qualquer usuário que comprou, deveria ter sido compensada com uma licença gratuita para o Windows 7.
    Como Microsoft mantém emburrecimento do sistema operacional, o que impulsiona mais usuários de distância.Os usuários dedicados do Microsoft sistema operacional, não estão sendo recompensados, e sim penalizado e abusado.
    Fonte:www.LEHSYS.com

  • MARCIO

    A MICROSOFT resolveu chamar o UBUNTU,de (WINDOWS 8).
    E sair distribuindo mundo a fora, por um caminhão de dinheiro.

  • Carlos Alberto Guglielmelli Viglioni

    QUANDO FOI LANÇADO UBUNTU 9 COMPREI O LIVRO JUNTAMENTE COM MÍDIA PARA INSTALAÇÃO.NO INÍCIO ACHEI CONFUSO PORÉM A VONTADE DE CONHECER FOI MUITO GRANDE.O PROBLEMA ERA MEU POUCO CONHECIMENTO PARA A INSTALAÇÃO.ESSE DESAFIO EU TIVE QUE ENFRENTAR.NUNCA HAVIA INSTALADO QUALQUER S.O. EM UM COMPUTADOR.APÓS MUITAS LEITURAS E PESQUISAS NA INTERNET/UBUNTU, CONSEGUI A INSTALAÇÃO COM SUCESSO E NÃO PAREI DE FAZER INSTALAÇÕES DE DIVERSAS VERSÕES LINUX E INCLUSIVE WINDOWS.HOJE SEI TRABALHAR COM UM COMPUTADOR GRAÇAS AO UBUNTU(LINUX).COM MAIS EXPERIÊNCIA, POSSO GARANTIR A GRANDE EVOLUÇÃO DO LINUX EM GERAL.REALMENTE EXISTE ALGUMAS FACILIDADES E DIFICULDADES QUE DEPENDE DO INTERESSE DO USUÁRIO ISTO QUER DIZER,TORNA-SE NECESSÁRIO PESQUISAR E ESTUDAR PARA RESULTADO .PORTANTO NUNCA FIZ QUALQUER CURSO DE COMPUTADOR PARA UTILIZA-LO.A ÚNICA COISA QUE ME FOI ENSINADO , FOI COMO LIGAR E DESLIGAR O PC(MEU FILHO).NA MINHA OPINIÃO FOI O MELHOR INVESTIMENTO QUE PUDE FAZER E SOMENTE PELA INTERNET.COM FIRMEZA DIGO O LINUX É O MELHOR E MAIS COMPLETO S.O DO MUNDO.NÃO CONSIGO ENTENDER, COMO ESTUDIOSOS EM GRANDE PARTE AINDA NÃO CHEGARAM A ESSA REALIDADE.TUDO QUE SEI DE COMPUTADOR FOI GRAÇAS A FILOSÓFIA DO LINUX.QUEM NUNCA EXPERIMENTOU FAÇA O QUANTO ANTES.

  • Marcos Fernando

    Olá pessoal, mente e código abertos!!!
    Desde de 2008 alimento a idéia de migrar para o sistema linux(Ubuntu), mas entre um imprevisto e outro, só realmente conseguí efetivar a mudança em 2012. Achei formidável as mudanças ocorridas no ubuntu nesta última versão, apesar das críticas que naturalmente ocorrem e irão ocorrer mediante qualquer processo de mudança. Mas confesso que em meio ao que lia internet a fora, fiquei surpreendido pelo pouco que vi em funcionamento a novo windows 8. Surpreso pois não acreditava que a microsoft conseguisse implantar um sistema dual, atendendo aos computadores tradicionais(desks, notes e nets) quanto aos tablets e móveis da vida, mesmo reconhecendo a competência da Microsoft para tal. É positivamente espantoso como o windows 8 consegue atender simultaneamente as duas categorias e olha que eu pensave que isso fosse provocar alguma espécie de travamento ou processamento vagoroso pela demanda de interatividade gráfica. No momento, a versão beta do windows 8 está sendo experimentada no note acer 4736Z(64 bits) apenas pra poder eu mesmo tirar as minhas conclusões em face de que ouço ou publicam pela net. Mas nem tudo são flores, pelo que percebi, o que já era “fechado” está mais ainda, frente às novidades que novo sistema traz, como app store, nuvem, etc. Não deixa de ser fascinante pórem é sugestivo a novos e antigos usuários do windows uma análise detalhada de uma possível mudança. Bem, da minha parte, vou continuar o que decidi em 2008 e agora então com o o lançamento em breve da versão 12.04 lts só reforça cada vez mais a minha parceria com o código aberto. Carissímos leitores, façam o teste e confrontem com o que se diz ou escreve e como sugeriu um leitor anterior, vamos propagar a idéia e uso do software livre sem forçar a barra através de citações lúcidas e imparciais, reconhecendo em cada um dos sistemas benefícios e limitações. Obrigado!!

  • Ótima matéria, excelente comparativo!
    Uso o Ubuntu há 6 anos e instalo ou atualizo suas novas versões sempre que são lançadas, a cada 6 meses (Abril e Outubro, e por isso o número das versões, tal como o 11.10 que foi lançada em Outubro de 2011). Logo será lançada a versão 12.04 que promete mais avanços.

    Tive que me adaptar a interface do Unity, com a incrível Dash, que foi desenvolvida para acelerar a experiência do uso do desktop e das aplicações, e é realmente um avanço, porém na tela de login, pode-se escolher o tipo de sessão para o Gnome Clássico, que nesta versão do Ubuntu, conta com o Gnome 3.

    Apenas há poucas versões atrás, ele passou a utiliza o aplicativo de integração com as redes sociais Gwilber, e o editor de imagens Gimp atualmente não vem instalado por padrão, mas é facilmente instalado com o Ubuntu Software Center, que disponibiliza milhares de aplicações num painel de controle, com informações e avaliação dos softwares e jogos desejados, o que é maravilhoso.

    Utilizo o Windows no mesmo computador (em dual boot), e a interface do Windows é customizável, assim como no Linux, é possível alterar a imagem de fundo da tela, posição da barra de tarefas, instalar Gadets, Widgets e barras animadas similares à do MacOs, e etc.
    Porém considero o Ubuntu mais customizável, pois permite com facilidade instalar temas do contorno das janelas e temas de ícones, o que no Windows não é possível por padrão, a não ser que se baixe algum pacote de instalação que o faça. Além disso no Ubuntu, podemos customizar efeitos na área de trabalho com o Compiz, que no Windows não é possível, novamente, a não ser que se instale um aplicativo, que diferentemente do Ubuntu, geralmente impacta muito na performance do sistema. Tenho um vídeozinho do meu desktop com Ubuntu 10.10, http://www.youtube.com/watch?v=jTs1Ea2sbqw, (preciso gravar um novo do 11.10, onde utilizo os mesmos efeitos).

    Em geral o Linux anda na frente com as demandas de mercado. Espaço e integração gratuita na nuvem com o Ubuntu one, integração com as redes sociais com o Gwilber, são um exemplo disso.
    Ainda rodo algumas aplicações de Windows no Ubuntu com o aplicativo Wine, que permite a instalação delas no Linux, tais como, jogos do momento e até mesmo o MS Office 2007.

    Este com certeza é meu sistema operacional favorito, e vai continuar sendo.

    Abraço a todos.

  • Régis Aparecido Corrêa Lopes

    Desde 2010 venho acompanhando o UBUNTU, e sinceramente eu acredito que seja o sistema mais prático que existe, pois para vocês terem uma ideia, tanto eu que faço instalação de programas, manutenção em computadores, entre outros, quanto as minhas filhas (6 e 11 anos) que fazem o “arroz-com feijão” gostamos muito da capacidade do sistema em adequar programas para que aqueles usuários que estavam acostumados com o windows não sentissem o impacto da mudança. A última fronteira era o Auto-Cad, porém recentemente com o lançamento do DrafSight esse “vazio” foi prenchido.
    Aos poucos estou incentivando as pessoas a migrarem para o linux e está sendo muito bem aceito.
    Agora só falta a Canonical lançar um sitemas para tablets (e não apenas hospedeiro do android), assim logo teremos uma boa integração TV, Desktops e Tablets.
    E boa sorte ao Ubuntu.

  • Marcos Meirelles

    Uso ambos os SO Ubuntu e Windows e concordo plenamente que o Ubuntu está ganhando mercado e se estabelecendo como um dos maiores sistemas operacionais, sem contar que é mais seguro que o Windows, é o SO usado pelo Banco do Brasil e outras instituições idoneas.
    VIVA O LINUX!!!

  • Cláudio Eduardo

    Deixei de usar o Windows há muito tempo e não sinto falta alguma, até os meus filhos usam o Ubuntu com muita facilidade, fazem trabalhos de escola, navegam na internet e etc. Que o Ubuntu continue assim, porque ser livre é muito bom.

  • Ismael C do Vale

    Tenho os dois SOs por ser programador Delphi, e sem dúvida nenhuma continuarem a usar/estudar o Ubuntu (já que estou no estudo/aprendizado da linguagem Java) por tudo de bom que ele nos proporcional em relação a segurança, controle e tecnologia.

    Muito Bom Ubuntu.

    Viva O Linux!

  • Joka

    Desde 2008 (na época com a versão LTS 8.04) utilizamos o Ubuntu em todo o parque de TI na Organização que trabalho, tanto nos desktops (em torno de 100 clientes) quanto nos servidores. Os resultados são excelentes!!! Sou entusiasta deste sistema e recomendo sua utilização, não apenas para usuários individuais mas para empresas também.

  • jose luiz

    uso o ubuntu pra tudo
    e windows pra jogos ( as vezes não)
    rsrsrsr

  • Pedro Delfino

    Pessoal

    Ótimo os comentários.

    Claro que nossa analise do Windows 8 está apenas começando, mas certeza que o Ubuntu não vai ficar devendo em novidades.

    Até mais …

  • anibal

    Eu usava ubuntu até a verção 10.04 depois começou a tavar na verção do gnome 3.0 e não concegui configurar minha webcam com a verção 11.xx do flachplayer e o audio em hdmi não funcionou e tentei varios topicos na web e não concegui solucionar esses bugs no meu sistema . tambem usei o novo win8 gostei muito até instalei languagen pac em pt-br tive que retornar para win7 enterprise pois o retante da familha não se familiarisou com novo win8
    espero que o ubuntu melhore esses quisitos na proxima verção 12.04 para eu retornar ser apepto ao seu OS.

  • Dias

    Desde de 2003 estou namorando e tentando migrar para o Linux. Sempre fui usuário do Wndows, inclusive já fui proprietário e instrutor de uma escola de informática na década de 90.
    Em 2012 instalei no meu Notebook Averatec 3700 series, um equipamento obsoleto e qual foi a minha surpresa? O Linux Ubutun 11.10 roda uma maravilha, ainda não sou nenhum expert em Linux, mas valeu a pena, tenho tido ótimas surpresas. Vale a pena mudar.

    Parabéns ao Pinguim!!! Temos que ser livres

  • Hudson

    Sempre utilizei o windows desde sua versão 95, procurando por mais segurança pesquisei sobre a distro ubuntu, testei , instalei e percebi que tinha adquirido um OS seguro leve e com uma interface muito agradável, experimentei também o Mandriva e o Debian e não perdem em nada para o windows, pelo contrário, sou mil vezes o linux do que qualquer OS do windows.

  • João Pedro

    Alguns pontos devem ser citados:
    – A “Central de Programas do Ubuntu” também vende aplicativos.
    – A nova interface Metro do Windows 8 abre um leque de possibilidades para desenvolvedores, que poderão criar programas multi-plataforma, pois o Metro também está presente em tablets com processador ARM, ou seja, eu enquanto desenvolvedor não precisarei criar diversas versões do meu app para diferentes dispositivos.
    – Não sei se é impressão minha mas acho que o Ubuntu 12.04 está mais lento em comparação com o W8, pelo menos no meu PC.
    – O Ubuntu (ou qualquer distribuição que eu conheça) está anos luz atrás do W8 e OSX em termos de touch.
    – O W8 é muito mais integrado a nuvem do que o Ubuntu, mas ainda perde para os iDevices. O W8 usa as credenciais do Windows Live (hotmail) para fazer login no sistema, já importa sua foto, você poderá acessar seus arquivos através do Skydrive (Ubuntu One da Microsoft) que conta com 25Gb (!!!) de espaço e assim como o One mantém uma pasta que fica sincronizada com a nuvem.
    – Manda todas as suas configurações do sistema para nuvem, caso você faça login em um outro computador com suas credenciais da Live o W8 aplicara suas configurações no novo computador.

    Só para esclarecer aos fanboys eu uso como sistema principal o Ubuntu, Windows 8 no trabalho (trabalho na TI e estou testando) e tenho um iPad com iOS. Então acredito que tenha propriedade para comparar… Até porque sou da área de redes e esse preconceito com OS não pode rolar. xP

    • claudio marcos

      cara oque vc diz a respeito de touch e tal , vem do fato da microsoft usar práticas de manipulação do mercado usando o seu poder de ,hj, empresa com maior penetração para forçar as fabricantes a priorizar a producao de drivers apenas para ela e assustando os fornecedores para nao abrir as especificações dos dispositivos … quanto a isso so vale a pressáo que os entusiastas devem fazer usando mais linux e forcando as empresas a reverem suas posturas agora quanto ao resto o win é indefensável tudo que o ms windows tem de bom vem dos “UNIX’ like” patchs e atualizações constantes ( isso porque os linux lançam novas versoes em periodos de poucos meses e sempre corrigem bugs foram os primeiros “no caso do debian e red hat” a terem “ports” de correção e segurança o famoso “recompilar o kernell” do linux nos incentivava a constantemente ter a versao mais atual e robusta do kernell oque no windows é impossivel “nunca vi ninguem trocar o kernell do win” ) foi dessa competição que vem o fato do win sempre lancar em prazo de poucos meses uma versao nova ou um patch de atualizacao (o centro de atualização do win parece muito com os packages handler do debian e red hat que são mais antigos) cara no mais tem o fato de o tcp nao ser incorporado ao kernell nao ter um firewall com regras integradas ao kernell nao ter um perfil de usuarios integrado às aplicacoes “cada programa tem um usuario nos sistemas posix” ou seja se um cara consegue intalar um programa é muito dificil restrigir previamente oque o sistema instalado pode fazer etc… semaforos serem conceitualmente superios a pilhas de processo
      rpc para chamadas internas deixarem lento o processamento o kernell não ter suporte a hooks de modulos cara sao tantas coisas que torna o win inferior que cansa digitar

  • Maurício Fernandes da Rocha

    Bom dia Colegas,
    Eu já usei Linux um bom tempo, realmente gostei bastante, mas infelizmente não é um sistema operacional que possa ser usado no dia a dia, pois 99% das empresas utilizam Windows e os aplicativos da Microsoft. Creio que se um dia o Linux fosse capaz de entender os executáveis feitos para Windows, aí sim sua popularidade seria muito maior.
    Enquanto isto, vou utilizando o Windows e com esta nova versão do Windows 8 para qualquer dispositivo ( PC, Table e celular ) vai ficar show de bola.
    Acreito que se o Ubuntu fizer o que o OS2/Warp fazia, que para mim foi o melhor sistema operacional já existente para PC, tenho certeza que vai tirar uma boa fatia do Windows.
    Boa sorte a todos.

  • Frederico Menezes

    O que eu noto nos comentários é um certo desconhecimento do Linux.
    Sou da opinião que a maioria dos usuários do Windows, não usam o sistema comprado; ou seja original. O que dificulta o comparativo.
    A instalação tanto do Linux como do windows é dificultada pela grande ignorância dos usuários.
    Aliás, li em algum lugar que “usuário” é o nome dado a quem usa droga ou pc.
    Atendo a nível de software e hardware. A grande maioria não sabe usar o windows.
    A turma do Linux é mais interessada a aprender. Assim, o usuário do windows se
    adapta ao sistema.
    Li um comentário sobre aplicativos windows no Linux.
    Quem tem Office ( pacote com: excell, word e powerpoint) até 2003; tem que baixar conversor para ler os arquivos gerados pelo novo Office.
    No Linux o open office e o broffice lê estes arquivos novos e pode, caso seja de interesse,
    transformá-los em antigos.
    A principal diferença, para mim, está na instalação.
    No windows instala-se o sistema, drives e aplicativos.
    No Linux, ao final da instalação, praticamente tudo estará instalado; inclusive drives e programas.
    Um dos probemas, antigos do Linux, eram os drives. Hoje, praticamente, todos os drives
    estão disponíveis.
    Enfim a opção é: pagar (sistemas e aplicativos) e ou usar sistemas Linux. Adaptar-se,
    caso se queira usar corretamente os sistemas, será necessário nos dois.

  • Edson

    O q acho engraçado nos comentários destes comparativos é q “usuários” Windows (na maioria) acham q tudo é de graça (pois usam Windows pirata) e nunca tem um argumento realmente técnico e explicativo, apenas dizem q Windows é melhor e Linux é muito difícil, não imaginam o q significa segurança neste mundo, ao contrário dos comentários de usuários Linux q têm explicações sensatas e convincentes.
    Imagino o q aconteceria se um dia estes “usuários” fossem obrigados a pagar pela licença de tudo q usam, será q pagariam (nisto incluo office, games e outros), ou tentariam de vez aprender o q hoje não é nada difícil: usar uma distro Linux.

  • Kelvyn

    Bom… antigamente eu usava o Linux ubuntu 12.04 lts, atualmente uso o Windows 8 pro licenciado, (licenciado é modo de se dizer, pois não iria pagar um absurdo à Microsoft, apenas o crackiei) e digo que essa interface Metro me desagradou muito, este SO pode ser considerado um avanço no mercado de tablets, mas no mundo dos desktops e notbooks não.
    Estou pensando em migrar novamente para o Linux ubuntu pois não terei problemas com vírus e afins, terei velocidade de navegação, programas gratuitos, interface bonita e mais simples de se utilizar entre outros…

  • Sei que o post é da época do Developer Preview, mas preciso comentar: o boot do Windows 8 PRO é muito mais rápido que o do Ubuntu 12.04. Eu uso o Ubuntu como S.O. principal desde 2007, uso Windows no trabalho para desenvolver asp.net, posso dizer que o Unity terá que suar muito se quiser se manter mais rápido que o Metro.

    Eu sempre preferi o Ubuntu, mas não posso dizer que é pela velocidade. É pelas outras coisas, acho mais bonito, mais simples e nunca me deixou na mão, porém, tenho os dois sistemas (W8 Pro e Ubuntu 12.04) nas minhas máquinas – Desktop Core 2 Duo 3GHz, Note Dual Core 1,83GHz (antigaço) e um Netbook Acer AOD257. O W8 abre as coisas mais rapidamente nas 3 máquinas. Claro que nenhuma das minhas máquinas é atual, mas dá pra comparar os sistemas.

  • Tiago

    Não nego que uso windows, mas com certeza aqui é Ubuntu na veia.

  • Agora vou deixar a galera com raiva, kkkkk.
    Uso 2 windows xp, 1 windows vista e 1 windows 7 originais, isso mesmo,tudo original, comprei a licença e paguei caro mais estou feliz com o ruindows, tenho o office 2007 student original o office 2010, home business original, tenho o corel Draw x5 original paguei 1300 por ele e por fim o Adobe photoshop elements e Premiere Elements original. Por que tudo isso? Simples, já tive Kurumin, Ubuntu 8, 9, 10. inskape, sk1, br office, brazero, Devede, wine, etc etc, e nada disso supre o que faço no dia a dia, gimp então, cruz credo, sinto um vazio quanto estou sem o windows com photoshop (kkkk). Agora, pode parecer contradição, mas esse W8 só de olhar dá arrepios, nem sei como vai ser quanto for obrigado a usar isso.
    Enfim, cada um tem uma preferencia, é como no futebol, cada um tem um time, e tem torcedores que só ficam em casa vendo jogo na tv sem gastar nada e se diverte como no estádio e outros que gastam fortunas para só ver o time jogar no japão. (um dia vou ver meu fluzão lá também – pela tv, kkkkk)

    Viva o Linux e o Windows, ah e o Android também, adoro meu tablet xingling da GENSIS com ISC 4.0. (tá vendo não sou fanboy do windows só não) e quero um ipad com IOS e em breve vou comprar um macbook, também.

    Fui!!!

  • Délio

    Gosto do Linux por natureza, vamos ganhar essa briga com o windous, sepre que posso instala o ubuntu pros amigos.
    Ubuntu muito bom, bom +…

  • Tratiali

    Oportuno lembrar: Aos usuários, diante de tanta diversidade de SOs, parece despontar nos comparativos sempre estes dois: Ubuntu vs “o famigerado…”. Excluídas tantas outras distribuições ou produtores de software ou nnn versões (já que em termos de mercado, só se fala de um “$criador / $plagiário”, como queiram…).
    De qualquer forma, resta aos usuários finais o tradicional comprar (o empacotado) ou baixar (seja LIVRE !):
    a) SO livre (custo quase zero, ou seja, tempo de download, eventuais cursos, manuais comprados a custo quase que o da produção ou mesmo donativos (para aqueles que acham que devem contribuir, etc.
    Vs
    b) sistemas proprietários, cujos aborrecimentos começam com as cláusulas contratuais de adesão (quase nunca lidas) = Direitos amplos a quem o produziu… Obrigações inúmeras a quem comprou (ou aderiu…). a primeira opção: Não garante, de fato, qualidade, segurança (aliás, quem nunca teve seu computador infectado por alguma praga e amargou a colheita dos seus frutos?) Isso não é novo para ninguém ! sigilo, auditoria às “caixas pretas” dos códigos gerados, aquisição embarcada de inúmeros produtos.
    Por outro lado (Seja LIVRE!)… Também não oferece garantias e… blá, blá…. mas o uso e experiência já demonstram, junto a forma de licenciamento e enquanto esta permanecer, que é valida a sua utilização. Por fim, quem “concorda” ao clicar em uma instalação, realmente está pagando ? Mais que uma questão financeira, é ética.

  • Bem, na prática todo software é livre graças a pirataria então a maioria fica usando o Windows, por ser de “graça” e por desconhecerem o quanto é bom o Linux!
    Eu tenho o Windows 8, Windows XP e o Xubuntu em dual boot mas o padrão é o Linux, pois o Windows eu o mantenho instalado para acompanhar seus “bugs” e saber o que dizer aos meus clientes que fazem questão de usa-los, embora muitos deles estejam migrando para o mundo Linux!!!
    Trabalho com manutênção em micros e preciso estar sempre antenado com a tecnologia…
    Na minha opnião o Ubuntu perdeu adeptos como eu ao implantar o Unity, preferia o Gnome, mas graças a Deus existe o Xubuntu com sua interface XFCE é tudo de bom!!!
    VIVA O LINUX!!!

  • Olival C. Franco

    Já tentei utilizar em dual boot o linux ubuntu e win7, mas, não dá certo, sempre trava. A solução foi chavear um HD só para o Linux aí a coisa funciona com absoluta precisão.

  • Wilson Cohen

    Cara, nem sei como é o Rwindow8, eu uso o Ubuntu 13.04 e estou muito contente com ele, rápido, estável, eficiente, roda tudo o que preciso e mais algumas coisas. Desde que abracei o software livre, é só alegria!!
    Seja Livre, Use Linux!!

    • pedrodelfino

      Valeu Wilson

      Obrigado por compartilhar o seu sucesso com o Ubuntu.

      Muito bom mesmo

      Até …

  • ANTENOR VIEIRA JUNIOR

    Uso Ubuntu, Windows é velho conheciddo, nos novos note que adquiri Wvieram instalados o Windows 8,porém o desempenho de Ubuntu é superior ao do Windows, razão que motivou a desinstalar os Windows 8 e continuar com Ubuntu.
    Claro que mudança não é para todos, porém quem conhece Ubuntu mesmo tendo que desinstalar o Windows optará por Ubuntu Linux por várias razões desde desempenho, atualização, performance etc.
    Só resta a coragem de conhecer o novo e decidir, mudança não é pra todos !

    • pedrodelfino

      Legal Antenor

      A mudança é possível!

      Foi assim comigo … É bom saber que não estou sozinho.

      Parabéns …

  • Só queria que refizessem a matéria usando versões atuais dos sistemas. Minha opinião? Os dois sistemas são belíssimos, suas interfaces são intuitivas e fáceis de lidar. No caso do Windows é só fazer a UI trabalhar ao seu favor, fixando atalhos e pastas que você mais usa na tela inicial. Os blocos dinâmicos do Win8 deveriam ser um fator a ser levado em conta, já que no ubuntu só se tem informações de um aplicativo se você o abrir. Gosto também da unity e sua pesquisa refinada, e a cada versão uma melhora super útil. Mas se forem me perguntar com qual dos dois eu ficaria eu escolheria o Windows 8, por me agradar no quesito design e pelo fato de eu adorar inovação. Pra mim tudo que for de inovação eu recebo de braços abertos!
    Viva o Linux e Viva o Windows! 😀

  • marcio

    O Ubuntu e o Linux vieram para ficar ! Creio que ainda tem muita coisa para ser melhorada, porém, já se percebe que o futuro será dominado por plataformas abertas, e cabe ressaltar que, todos os SOs do mercado são baseados em Linux ou Unix. O Bill Gates quando criou o MS-DOS pegou meia dúzia de comandos do Unix e transformou em um SO. Se você analisar todas as plataformas Windows, verá que a MS ainda se baseia na engenharia das plataformas X, porém, utilizando recursos gráficos para descaracterizar as interfaces, e ainda tem até casos em que a ms copia as interfaces como foi o caso do Windows 7 que é carbon copy do KDE !

  • Rodrigo A. Barbieri

    As melhorias introduzidas no Ubuntu 13.04 são, sem dúvida nenhuma, de uma excelência ímpar! A interface gráfica é leve, visualmente ótima, rápida e de fácil utilização! Até mesmo meu filho, com 4 anos de idade, consegue acessar facilmente os menus! A questão segurança também foi levada em consideração nesta escolha! Nunca mais tive problemas com vírus, trojans, etc, assolando meu computador!
    Em termos de preferência pessoal, eu sou 100% Ubuntu Linux!

  • Bom não estou muito por dentro da diferença entre os dois sistemas, mas o windows 8 ainda deixa muito a desejar, já o ubuntu / linux estão se mostrando mais fáceis e de simples acesso para muitos usuários e percebo ate mesmo aqui na loja onde trabalho que muitos estão optando pela instalação do linux ou ubuntu.

    Já na minha opinião, ainda fico com o windows por costume.

  • O windows deixoumuito a desejar apartir daversão 8, agora é a vez do codigo aberto, porque a microssoft quer acabar com os desktops, mas os usuario não querem, a microssoft pecou e agora vai sofrer as consequencias, liberdade!!

  • Ro301

    O unico problema do Ubunu e de qualquer outra distribuição Linux é somente uma e ela é externa. Trata-se das empresas como a Adobe que não se dá ao trabalho de criar formatos dos seus softwares para este fantástico sistema operativo.

    Não me venham falar no wine nem na virtualização muito menos em dualboot. Estou a reforçar a ideia que as empresas têm de assumir um compromisso com outros nixos de mercado. O ubuntu já provou estar a altura.

    Agora que vêm os telemóveis ubuntu espero que as empresas comecem a pensar nisso…

    Existem softwares que conseguem substituir estes pagos que não têm a versão para ubuntu. Contudo, outros nem lhes chegam aos pés. Como o premier. A nível profissional também nos é exigido saber usar um ou outro software e então aqui tudo complica.

    O que fazer então? Até estas empresas não terem a caixa de email inundada de pedidos “QUEREMOS VERSÃO PARA LINUX” nada acontece.

Aula Online: Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

x

Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

Você vai aprender passo a passo como dominar o LINUX de uma vez por todas e descobrir os 4 pilares para ser um Profissional EXPERT.