LINUX, TI E MUITO MAIS!
Cadastre-se agora e receba gratuitamente o ebook do Curso Linux Ubuntu, dicas imperdíveis para ter sucesso com Linux
Insira seu email no campo ao lado para receber AGORA o Ebook!

Ferramentas para instalar softwares adicionais no Ubuntu Linux

Nesta parte do curso de linux, estamos nos preparando para iniciar a manutenção dos softwares de um sistema Ubuntu Linux, e também Debian Linux. Com as ferramentas APT, dpkg e Aptitude

Para trabalhar manutenção de instalação de softwares tem o utilitário aptitude, é uma excelente opção de front-end para o APT em modo texto. O utiliário dselect é um fron-end para trabalhar com o dpkg, todas estas opções também estão disponíveis na maioria dos sistema Debian.

Ubuntu Linux utiliza os pacotes no formato do Debian, os famosos arquivos com .deb ( com extensão .deb), o arquivo .deb (pacotes) podem não só conter arquivos do softwares, com também ter muitas informações sobre o conteúdo do pacote.

Um software Linux pode incluir metadados com descrições, dependências, arquitetura do computador (32 bits, 64 bits), tamanho, licenciamento, e outras informações.

Quando um sistema Ubuntu Linux está instalado, você pode adicionar, remover e gerenciar arquivos .deb, e transferir estes arquivos para qualquer outra derivação de um distribuição baseado no Ubuntu Linux, como por exemplo o Kubuntu, Xubuntu, Edubuntu, e também transferir para a maioria dos outros sistemas baseados em Debian.

APRENDA A DOMINAR O LINUX

Aprenda a dominar o LINUX de uma vez por todos, pegue sua cópia

  • Ferramentas para instalar softwares adicionais
  • Shell do LINUX passo a passo, e muito mais...

A ferramenta aptitude funciona muito bem para a maioria dos casos de instalação de software no Ubuntu Linux e no Debian, no entanto existem , muitas outras ferramentas para gerenciar estes pacotes, eu particularmente prefiro o APT, aqui no curso de linux nós vamos ver todas estas ferramentas.

Abaixo um pequeno resumo das ferramentas disponíveis para manipular pacotes no Linux, em distribuições derivadas do Debian Linux, é claro. Já comentei em Comparando Ubuntu Linux com outras distribuições Linux, que sistemas basedos no RedHat utilizam o rpm, que não veremos agora.

Leia também ...   Como deixar o Ubuntu com a cara Windows 7

APT

Vamos utilizar o APT para baixar e instalar pacotes a partir de repositórios online. (Veremos como trabalhar com repositórios online, aqui no curso de linux). O APT pode ser chamado com o comandos apt-get, apt-cache, e assim por diante, podem ser usados para instalar pacotes localmente também, no entanto, é normalmente utilizado para trabalhar com o software online, ou seja em, repositórios online, como por exemplo o site o Ubuntu Linux

dpkg

Vamos utilizar o dpkg para fazer a instalação de pacotes .deb localmente, ou seja, aqueles pacotes que você poderá baixar de um site, ou utilizar apartir de um CD-ROM da distribuição.

aptitude

Vamos utilizar o comando aptitude para trabalhar com pacotes .deb em repositórios online. A aptitude é a ferramenta mais recomendada porque é “semi-automático”, ele cuidar de algumas tarefas que você deveria fazer manualmente se estiver trabalhando com o dpkg ou o APT.

O Ubuntu Linux é instalado a partir de um único CD-ROM ou DVD. Após a instalação, você pode executar o comando apt-cache stats, este comando ira apresentar um relatório sobre o total de pacotes disponíveis:

$ apt-cache stats
Total de Nomes de Pacotes: 12985 (519k)
Pacotes normais: 7643
Pacotes puramente virtuais: 245
Pacotes virtuais únicos: 980
Pacotes virtuais misturados: 60
Faltando: 4057
Total de versões distintas: 8396 (437k)
Total de descrições distintas: 10591 (254k)
Total de dependências: 64642 (1810k)
Total de relações ver/arquivo: 9536 (153k)
Total de relações Desc/Arquivo: 10591 (169k)
Total de mapeamentos "Provides": 2014 (40,3k)
Total de strings "globbed": 113 (1416)
Total de espaço de dependência de versão: 369k
Total de espaço frouxo: 75,6k
Total de espaço contabilizado para: 3036k

Como você pode ver, temos um estoque de pacotes para instalação no Ubuntu Linux, tem mais de 12.000 pacotes. A comunidade Debian / Ubuntu é muito cuidadoso, e apenas inclui software que são apropriados.

Leia também ...   Como instalar o Zimbra Desktop - Ótima opção para cliente de e-mail

Embora a comunidade Debian acredite que apenas software livre são necessários para fazer o bom funcionamento de um sistemas Linux, há casos em que as pessoas querem ou precisam colocar software proprietário em suas máquinas.

O Debian suporta softwares proprietário, mas não incluir softwares proprietários na distribuição principal de um sistema Debian Linux. Estes softwares proprietários muitas vezes estão disponíveis no site FTP, do Debian em repositórios não livres, exitem muitos pacotes, cujo único trabalho é instalar e utilizar o software proprietário, claro ninguém esta autorizado a distribuir por contra própria estes softwares.

O grupo que cuida do Ubuntu Linux, a Canonical, trabalhar de forma bem semelhante ao Debian, veja o licenciamento do Ubuntu , oferecendo quatro categorias de software, o main, restricted, universe, e multiverse.

main

Contém software que são distribuído gratuitamente e apoiado pela equipe do Ubuntu. Grande parte deste software esta disponível quando você instala o Ubuntu via CD-ROM.

restricted

Contém software que é comum a muitos sistemas Linux, também tem suporte da equipe do Ubuntu, mas não podem ser licenciados como software livre.

universe

São pacotes que não podem ser licenciados como software livre. Os software universe não tem garantia de segurança, e correção.

multiverse

Contém software que não atende o conceito de software livre. Software multiverse não tem qualquer suporte, e cabe a você determinar a validade do licenciamento, suporte etc.

Então ficamos por aqui, na próxima aula vamos aprender como instalar destes pacotes, foi uma pequena introdução, é muito importante pois o uso incorreto destes grupos de pacotes poderá ser decisivo para um sistema Linux seguro ou não.

Não esqueça de verificar o conteúdo deste curso de Linux, estou organizando um conteúdo seqüencial, pra facilitar.

Leia também ...   6 Dicas [Pouco utilizadas] para melhorar sua internet no Ubuntu LINUX

Referências sobre APT

Sobre pedrodelfino

Trabalha com tecnologia da informação, usando Linux a mais de 13 anos. Autor do Ebook Curso Linux Ubuntu.

  • Carlos Timóteo

    Novamente, muito bom.
    Estou errado em pensar que, se não for realmente necessário os pacotes fora da categoria main, eu posso ignorá-los, excluí-los do sourcelist?

    • pedrodelfino

      Obrigado pelo comentário Carlos.

      Pode excluir d sources.list sim …

      Se quiser conhecer meu novo projeto: http://www.profissionaislinux.com.br … tem muitas dicas lá também e um curso completo ….

Aula Online: Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

x

Aprenda a Dominar o Linux De Uma Vez Por Todas

Você vai aprender passo a passo como dominar o LINUX de uma vez por todas e descobrir os 4 pilares para ser um Profissional EXPERT.